fbpx
 

O caricaturista Lan e seu legado na arte história da brasileira

O caricaturista Lan e seu legado na arte história da brasileira

Lanfranco Aldo Riccardo Vaselli Cortellini Rossi Rossini, ou simplesmente Lan, foi um caricaturista, chargista e ilustrador conhecido por suas obras que estampavam capas de discos de músicos brasileiros. Nascido em 1925, na Itália, Lan viajava muito com sua família por conta da carreira de instrumentista do seu pai, Aristides. Assim, apenas em 1945 Lan iniciou sua carreira artística, criando caricaturas para os jornais Mundo Uruguaio e El País.

Em 1953, Lan se mudou para o Brasil após ser convidado para trabalhar para o jornal Última Hora, e inaugurou a revista FLAN. O caricaturista também teve uma breve passagem pelo jornal O Globo, mas em 1962 passou a fazer parte do Jornal do Brasil, onde permaneceu por 33 anos. 

Em 1955, o artista expôs na capa do LP “A Velha Guarda” as caricaturas de todos os integrantes da banda, e, após isso, Lan produziu a capa de álbuns dos mais diversos artistas do Brasil; Dorival Caymmi, Nara Leão, Moacyr Luz, Monarco e Água de Moringa são alguns exemplos.

Lan faleceu em novembro de 2020, e deixou um grande legado não só na imprensa, mas também no mercado fonográfico brasileiro, com suas grandes obras.

Confira aqui algumas obras do artista:

Sem Comentários

Postar Comentário