fbpx
 

As obras cheias de cor e vida de Beatriz Milhazes

As obras cheias de cor e vida de Beatriz Milhazes

Beatriz Milhazes, nascida no Rio de Janeiro, é uma artista plástica brasileira conhecida por suas obras que trabalham o dinamismo óptico através do uso de cores vivas e formas geométricas. Beatriz é formada em Comunicação Social pela Faculdade Hélio Alonso, e em Artes Plásticas pela Escola de Artes Visuais do Parque Lage, onde posteriormente se tornou professora.

Beatriz iniciou no meio artístico em 1980, ao entrar na EAV, e as obras do início da sua carreira se caracterizam pela tensão entre o ornamentalismo e representação, as figuras e o fundo. 

Na década de 1980 a artista participou de várias exposições, e não apenas aquelas que faziam parte da geração 80. Suas obras se destacavam por fazer referência ao barroco, a art déco, a padrões ornamentais e aos trabalhos de Tarsila do Amaral e Burle Max.

Beatriz uma vez comentou que “(…) Pela primeira vez, estou pensando em voz alta que, no trabalho com a cor, faço uma ligação entre vida e pintura. O carnaval – uma festa popular brasileira frenética – sempre me estimulou com seu visual, atmosfera, loucura, beleza etc. Os desfiles, com suas combinações de cores e conceitos, são muito malucos, mas por outro lado todas essas coisas estão muito longe da pintura, do meu ateliê, do meu cotidiano. Ao contrário de Hélio Oiticica, que também trouxe referências do carnaval para o seu trabalho, eu jamais, em nenhum momento, fiz parte do mundo do samba ou do carnaval. E nunca quis fazer parte. Sou uma carnavalesca conceitual. O mesmo acontece com a cultura psicodélica e a religião, ainda que eu acredite em Deus. Acho que uma caminhada na praia é a melhor maneira de conectar geometria séria e carnaval”.

Confira aqui algumas obras da artista:

Sem Comentários

Postar Comentário