fbpx
 

“Quem lacra, não lucra”, nova campanha do Burger King

“Quem lacra, não lucra”, nova campanha do Burger King

No último domingo, dia 28 de junho, foi comemorado o Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+, e o Burger King resolveu ressignificar a expressão “quem lacra, não lucra”, dita por todos que acreditam que as marcas não devem se envolver com causas sociais, pois, assim, perdem o público e o dinheiro. Com isso, em um projeto criado em parceria com a agência David São Paulo, decidiram destinar 100% do lucro líquido das vendas dos seus lanches para a Casa 1 e a Associação do Orgulho GLBT (APOGLBT). A ação é um passo da marca além do discurso, o que é muito importante para mostrar que realmente estão do lado das pessoas LGBTQIA+. Ariel Grunkraut, vice-presidente de marketing e vendas do BK, disse que transformar essa expressão de ódio numa mensagem positiva é uma oportunidade de reforçar a crença da marca numa sociedade igualitária e livre de preconceitos, que respeita todas as pessoas, independente da identidade de gênero, orientação sexual, etnia e religião.

Neste mês, o Burger King também comemorou sua terceira participação e patrocínio à parada de orgulho LGBTQIA+. Além disso, a empresa também se uniu à Uber Eats para a iniciativa “Orgulho que Multiplica”, de 22 de junho até o dia 28, na qual parte da receitas obtida nas vendas do Combo do Orgulho (Whopper ou Rebel Whopper), será doada para ONGs que apoiam a comunidade LGBTQIA+ no país. A cada R$1,00 doado pelo Burger King, a Uber Eats doa mais R$1,00.

Sem Comentários

Postar Comentário