Banca de jornal é feita para vender fake news em Nova York

Banca de jornal é feita para vender fake news em Nova York

Uma banca de jornal um pouco diferente foi instalada na esquina da 42° com a Sexta Avenida. Em vez de vender notícias verídicas, os jornais trazem manchetes tiradas das principais páginas da web de desinformação do país.

A banca é especializada em vender fake news, especialmente em jornais que são pouco conhecidos pelo público geral, mas valorizados pelo público na web, são eles os The Informationalist, New York Paper e The Hour.

As notícias não são verdadeiras, mas foram retiradas da internet, lugar onde a população tem mais interação. Trazem consigo notícias como a compra de manifestantes para protestar contra o atual presidente americano Donald Trump, que estrelas de Hollywood estão bebendo sangue de bebês em festas e até a venda do estado do Texas para o México.

Essa ação foi criada pela TBWA/Chiat/Day New York para incentivar a campanha “Real Journalism Matters”, pela Columbia Journalism Review. A intenção foi evitar as fakes news nas eleições dos Estados unidos para o cargo de governador.  

Sem Comentários

Postar Comentário